Coração Metrônomo

by the renegades of punk

supported by
Mick
Mick thumbnail
Mick I'm glad I stumbled on this pissed off little bundle of nerves a couple of weeks back. They've been in constant rotation ever since. I'm probably on my 100th cover to cover play at this point. Favorite track: Mistura meus olhos.
/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.
    Purchasable with gift card

      name your price

     

  • Compact Disc (CD) + Digital Album

    Renegades' first full length with 12 tracks of tropical punk. Comes in a lovely gatefold card case, with artwork by Matias Araoz (arteyrobo.blogspot.com.br)

    Includes unlimited streaming of Coração Metrônomo via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days

      $5 USD or more 

     

  • Record/Vinyl + Digital Album

    Lp version of our first full lenght album

    Where you can get it

    France:
    No Glory Records nogloryrecords.blogspot.fr/p/no-glory-records.html
    Crapoulet Records crapoulet.fr

    Brazil
    Selvagem www.facebook.com/subselvagem
    Raw Recs

    Includes unlimited streaming of Coração Metrônomo via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 5 days

      $14 USD or more 

     

  • Full Digital Discography

    Get all 7 the renegades of punk releases available on Bandcamp and save 20%.

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality downloads of Grão split 7" Tuna / The Renegades of Punk, Espelho Negro ep, Nuvem Passageira Split K7, Coração Metrônomo, Conspiração Coração ao Contrário, The Renegades of Gangue Mahatma Punk, and s/t. , and , .

    Purchasable with gift card

      $6.40 USD or more (20% OFF)

     

1.
Eu achava que era indestrutível Até que eu ruí Um idiota com um contracheque Mentindo até pra mim mesmo Marchando sem rumo Coração metrônomo Convertendo em número Todos os meus sonhos Mantendo a farsa Assumindo as máscaras Fingindo estar vivo Nesse cemitério de máquinas
2.
01:53
Me testa, me conserta, vê se estou funcionando Me aprimora, me aperfeiçoa se eu não for bom o bastante! O ar frio congela o meu coração Instrumentos gélidos violam todo meu corpo Sinto a indiferença como se fosse máquina Mais um número, mais um backup pra armazenar A indiferença dos lençóis brancos me faz um leigo sobre mim mesmo Me testa, me conserta, vê se estou funcionando Me aprimora, me aperfeiçoa se eu não for bom o bastante! Dividido em pedaçoes talvez eu me conheça melhor Quais ligações podem/devem funcionar Camadas de tecidos, nervos de aço, anti-depressivos – a máquina humana não pode parar A indiferença dos lençóis brancos me faz um leigo sobre mim mesmo Me testa, me conserta, vê se estou funcionando Me aprimora, me aperfeiçoa se eu não for bom o bastante!
3.
02:07
I was trying to make sense But nothing stills the same, history is senseless Even though when I try to reach you anytime I end up all alone It would be great to fix this out, it would be great to realize that we were made for this and we can’t to stop fighting I guess I’ll never know, I guess I just need it Say it’s true ‘cause I know we’ll never get along Now I know what to do to hurt you, to get rid of you
4.
01:07
Sometimes I’m lost among music and words I put flags up and start battles But my music will never say who I am and what I need I will be forever the same, the same fake or everyday Fake! Fake! Fake! Fake!
5.
You and your damn heart tried to fool me with illusions But I never expected anything from you except for these fucking lies Your words don’t convince me anymore (We) lost everything with words in vain I never believed in your fake promises Você - faca - coração
6.
Se espalha como praga nas veias Repleto de misturas me perseguindo Preto, verde, toda cor mistura meus olhos. Mistura meus olhos exagerada e abusivamente Se espalha como praga nas veias Repleto de misturas me perguntando Qual o melhor rumo a tomar? Santo, anjo ou pecador. Confunde minha mente. Confunde minha mente exagerada e abusivamente. Se espalha como praga nas veias, Em meu sangue, em meu coração. Quem é tão covarde pra fugir de si mesmo? Com poder limitado preferi escolher meu Éden longe daqui Diversão é apetite para entorpecer. Uma praga que se abriga em mim. Meus olhos cerrados, meus pulsos abertos. Se espalha como praga nas veias Repleto de misturas me perguntando Qual o melhor rumo a tomar? Santo, anjo ou pecador. Confunde minha mente. Confunde minha mente exagerada e abusivamente. Se espalha como praga nas veias, Em meu sangue, em meu coração. Quem é tão covarde pra fugir de si mesmo?
7.
We seem so close but we’re not the same What we choose for living for you it’s nothing but a stupid game It’s coming close and getting near But don’t expect to listen from us the words that you are hoping to hear I claim this place, I claim this time It’s bigger than you and me, it’s bigger than our fucking lifes Is this just a “stop by” for you? Some place to stay when you have nothing else better to do Judging people – this is not my type but we have to let it clear There’s nothing wrong in living like this or living like that, if you give a shit, it’s all about choices we have made I claim this place, I claim this time It’s bigger than you and me, it’s bigger than our fucking life Is this just a “stop by” for you? Some place to stay when you have nothing else better to do
8.
O que foi feito de suas promessas? Sem remorso, sem tempo pra olhar pra trás Não há mais nada a dizer Te disseram tudo o que você queria ouvir ou te disseram apenas pra não tentar ultrapassar Essa retórica comum que corrói todos os meus medos, a minha paixão Buscando algo que não tenho Talvez você não esteja disposta Meu corpo pede pra se desligar Minha mente pede pra se libertar Minha mente grita, minha mente grita Minha mente quer essa retórica comum Que corrói todos os meus medos, a minha paixão Buscando algo que não tenho Talvez você não esteja disposta a mudar!
9.
Sinto o buraco no estomago Eu não consigo mais agüentar Mais um clichê sobre angústia Ou sobre onde eu gostaria de estar E eu não sei se posso reclamar O mundo é bem maior que eu Mas as vezes um leão por dia seria fácil demais A cabeça pega fogo Quanto será que eu vou durar? Mais um clichê sobre o cansaço Ou sobre o que eu queria fazer Eu não sei se posso reclamar Nem tudo é como a gente quer Mas as vezes um leão por dia seria fácil demais
10.
01:54
Hoje envelheci alguns anos e percebi que não dá pra saber tudo aos vinte e poucos quem sabe aos noventa e dois (começarei a entender as coisas belas) hoje envelheci alguns anos e percebi que não dá pra querer tudo aos vinte e poucos, quem sabe aos sessenta começarei a entender (as coisas simples) sempre desconfiei desses dias onde o céu chora, o céu chora sempre desconfiei desses dias chuvosos onde o céu chora, o céu chora e eu também esclarecido ao ponto de perder sentido forma sem conteúdo, corpo sem vida hoje eu não quero entender, não preciso entender alguns acordes sujos pra me lembrar das coisas belas sempre desconfiei desses dias onde o céu chora, o céu chora sempre desconfiei desses dias chuvosos onde o céu chora, o céu chora e eu também
11.
01:36
La reprise a explosé dans le rue La peripherie meintenet brule ses propriétés Son argent ne peut plus acheter la paix Paye pour sa negligence et coupabilité
12.
03:20
Se tivesse visto o que eu vi E tivesse outra vida Será que escolheria a 'certa' ou a de 'mentira'? São tantas pernas pra ir pra lugar nenhum As mesmas caras, as mesmas mentiras e nada muda É tanto tempo pra tentar correr atrás do que nunca terei que nem sei pra que lado devo andar Mas ainda assim, ainda estou aqui até aqui for o lugar pra mim É todo dia, é todo dia mais É toda vida e não há mais como voltar É tanto tempo, clichês e adequação que a vida falsa toma conta do meu corpo - Não! É tanto tempo pra tentar correr atrás do que nunca terei que nem sei pra que lado devo andar Mas ainda assim, ainda estou aqui até aqui for o lugar pra mim

credits

released August 14, 2012

license

all rights reserved

tags

about

the renegades of punk Aracaju, Brazil

Degenerados de Aracaju (SE) dedicados a arte decadente do punk rock punk.

The Renegades of Punk started in Aracaju in 2007 playing simple punk rock in the tropical heat of the Brazilian coast. The band has toured the brazilian diy scene since its begining and is preparing for the first tour in Europe in 2014.

European Tour June 2014 - Booking: No gods No masters - booking@nogods-nomasters.com
... more

contact / help

Contact the renegades of punk

Streaming and
Download help

Report this album or account

the renegades of punk recommends:

If you like the renegades of punk, you may also like: